AUDITIV e a DiGiCo em Portugal

AUDITIV, uma empresa nacional que também escreve a história da DiGiCo em Portugal

As produções nacionais de Televisão ganharam um novo ímpeto depois da entrada dos novos canais privados nos finais dos anos 90, com uma forte competição pelas audiências a impulsionar uma maior exigência técnica e logística na produção de espetáculos televisivos.
As empresas nacionais começavam a ser cada vez mais requisitadas para este novo mercado e uma dessas empresas era a Auditiv , fundada há exatamente 20 anos, tendo estado nestas duas décadas presente na produção sonora dos mais relevantes espetáculos nacionais, com ou sem transmissão televisiva.

Aquisição das mesas SD5 e SD10 – Nov. 2014
 Da esq. p/ a dir.: Luís Tavares (Garrett – técnico), João Escada (AUDITIV – Sócio gerente e Fundador), 
Daniel Bekerman (AUDITIV – Sócio gerente), Fernando Delgado (DiGiCo UK), 
Miguel Moreira (Garrett – Técnico Comercial), Vera Garrett (Garrett – Administração) e Raul Fernandes (Garrett – Administração / Dir. Vendas)

A Auditiv começou a sua história com a DiGiCo no inicio deste milénio, altura em que adquiriu as mesas D1 e D5. Foi a robustez, a versatilidade e o apoio técnico que fez com que a equipa da Auditiv voltasse a apostar na marca Inglesa em 2014, substituindo as antigas mesas “D” por, primeiramente uma SD9, e mais tarde 2x SD10 e 2x SD5 versão broadcast.
As cinco mesas digitais DiGiCo que a Auditiv dispõe neste momento, poderão estar em backstage para monição de palco, em FOH, em estúdio-móvel ou inclusivamente poderão ser alugadas a outras produtoras ou empresas similares.

Uma das habituais produções da Auditiv é a gala de entrega do “Globos de Ouro da SIC”, tendo a última edição acontecido no passado dia 21 de Maio.

Para a transmissão televisiva em direto foi usado um dos dois carros-estúdio, equipado com a DiGiCo SD5 versão broadcast, enquanto duas SD10 asseguraram o som para o público no “Coliseu de Lisboa” e uma SD5 para monição de som no palco. Os sinais inseridos nas SD Racks eram depois enviados por MADI e Fibra ótica em rede Optocore pelos 3 pontos de atuação da Auditiv, num total de +120 canais áudio.

Carro-estúdio com SD5 versão broadcast | Duas SD10 para o som da assistência | SD5 para monição de som no palco

Os “Globos de Ouro” da SIC são uma das grandes produções nacionais, a par da “Gala das Estrelas” da TVI ou “Marchas Populares de Lisboa” para a RTP, eventos que contam com a presença da Auditiv.
Muitos outros programas como o “X Factor”, “Got Talent”, “The Voice Kids” ou “Just Duets” tiveram a participação da Auditiv na produção sonora.
Fora dos ecrãs, destacam-se produções recentes como a tour dos “Xutos e Pontapés” com o modelo SD10, vários concertos no teatro “BBVA Tivoli”, teatro “São Luiz” ou “Campo Pequeno”.
É pelas mesas da DiGiCo que passa praticamente todo o trabalho da Auditiv, uma empresa Portuguesa que muito nos honra em ser nossa parceira.

http://www.auditiv.com/ | http://www.digico.biz/

Garden Roof Bar – Altis Grand Hotel, Lisboa

2017 – Um novo rooftop bar nos céus de Lisboa!
Abriu neste verão o Garden Roof Bar no alto do hotel de 5 estrelas Altis Grand Hotel, um projeto em que a Garrett trabalhou em parceria com a empresa “On The Road“.
Para o sistema de som foram fornecidas 4 unidades do sistema RCF Evox 12, que cumprem na integra todas as necessidades sonoras do espaço. Além de serem sonoramente irrepreensíveis, as RCF Evox distinguem-se também pela sua discrição e transportabilidade.
Adicionalmente foi fornecido e instalado um sistema videowall com painéis LED de da nossa representada Ledium. Um equipamento preparado para o exterior, sem deixar de assegurar uma imagem de grande resolução e luminosidade.
Acompanhe o Garden Roof Bar em: www.facebook.com/gardenbaraltis
Referências: RCF / Ledium / On The Road  / Altis Grand Hotel*****

Café Santiago – Porto

2017

Um som único, para um local único.

Sete Genelec 8351 coaxiais brancas oferecem uma experiência audiovisual única no Café Santiago, onde os visitantes podem degustar a iguaria típica da cidade do Porto. Uma parceria com a Power Focus.
Somente aqueles que conhecem o Porto, local de nascimento de alguns dos vinhos mais famosos de Portugal, terão a oportunidade de provar a iguaria típica da cidade: a Francesinha. Várias camadas de pão, num banho de queijo, repleto de carnes, ovo, e um espesso molho picante que se tornou no verdadeiro segredo da popularidade deste prato, ao longo de várias gerações.
De todos os restaurantes que servem a Francesinha, o Café da Santiago encontrou a receita perfeita para o distinto molho, graças à mão hábil de Filipe Pereira. Fundada por Filipe e seu irmão, Rui Pereira, o novo restaurante tornou-se num destino de visita obrigatória na cidade do rio Douro. O exterior do local mantém a fachada do edifício original, mas quando os visitantes entram neste restaurante de 2 pisos, partem para uma experiência de jantar inovadora e moderna.

 

 

Os irmãos Pereira estavam determinados em tornar o Café Santiago num espaço único, pelas francesinhas e o seu molho divino, mas também pela qualidade do som ambiente. Sendo assim, deixou-se a liderança do projeto áudio nas mãos experientes de José Luís Freitas, que em parceria com Luís Lopes da Power Focus e a Garrett Audiovisuais, levou-se à conclusão de um projeto que garantia uma reprodução e cobertura de áudio perfeita em todos os locais, através das Genelec 8351.
As Genelec 8351 foram seleccionadas para este restaurante, depois dos irmãos Pereira experimentaram os monitores de três vias na sala de demonstração Genelec, situada na sede da Garrett Audiovisuais. A decisão revelou-se um sucesso: a par das inúmeras Francesinhas servidas diariamente, o restaurante tornou-se conhecido tanto pelo seu ambiente notável como pela sua comida incrível.


Na foto de grupo, da esquerda para a direita: Rui Pereira, Luís Lopes, Filipe Pereira, José Luís Freitas, Raul Fernandes.

Acompanhe o Café Santiago em: facebook.com/CafeSantiago.Porto
Saiba mais em: www.genelec.com

L’Oreal – Edifício Sede, Lisboa

2017 – A Garrett Audiovisuais, em parceria com a empresa Luzeiro, participou no extenso projeto de renovação das instalações L’Oreal Portugal, de onde se destaca a inovadora Academia L’Oreal. Um projeto ímpar ao nível técnico e estratégico para a marca em Portugal.

O Departamento de Projeto da Garrett elaborou o desenho do Sistema Audiovisual a ser implementado nos novos espaços, sempre em estreita colaboração com os diversos intervenientes no projeto, com a conclusão de todos os trabalhos em Maio do corrente ano.

 

Academia L’Oreal

Em dois dos pisos do edifício da L’Oreal foram instalados diversos sistemas audiovisuais e multimédia, de forma a agilizar as ações de formação e divulgação que a marca pretende desenvolver.

Para as áreas comuns do piso 0 e 1 foi instalado um Sistema de Som Ambiente  controlado por touch panel CUE Systems, com colunas Genelec e processamento de sinal Xilica Neutrino.
Também para os mesmos espaços, onde se procede à recepção de visitantes, circulação de pessoas e pontos de interatividade, foram desenvolvidas varias soluções de multimédia como videowalls multiscreen e mesas interativas touchscreen com integração e controlo por sistemas CUE Systems.

 

Salas de Formação “LP”, “Matrix”, “Redken” e “Kèrastase”

Foram projetadas 4 Salas de Formação nos pisos 0 e 1 do edifício L’Oreal, onde as soluções audiovisuais e multimédia conferem um enorme factor diferenciador quando comparamos estas salas com as tradicionais salas de formação.

No que diz respeito à soluções tecnológicas, cada sala está equipada com um Sistema de Som com colunas e subs Genelec; Sistema de microfones wireless Beyerdynamic e processamento Xilica Neutrino.

As centrais destes sistemas estão devidamente alocadas em régies presentes em cada uma das salas, régies essas que também centralizam por exemplo o sinal video a ser projetado nas telas Euroscreen e LCD’s das salas, ou o sistema de transmissão de sinal audio e video via wireless a partir de qualquer computador.

Estas régies também disponibilizam um sistema intuitivo de captação e edição de imagem, e a possibilidade de livestream das atividades na sala para o canal Youtube L’Oréal Professionnel Portugal.

Para situações em que seja necessário maior flexibilidade e criatividade sonora, cada um dos pisos encontra-se equipado com cabines Dj

Todos estes sistemas de áudio e video são integrados e controlados por soluções CUE Systems, com interfaces para o utilizador na forma de painel táctil ou dispositivo móvel (tablet).

De notar que as salas de cada piso poderão ser undidas (LP+Matrix ou Redken+Kèrastase), sendo assim possível a realização de acções de formação com com um maior número de formandos.

Uma quinta sala/espaço de formação é dedicado ao ambiente SPA e aqui, além de um sistema audiovisual com video-projeção e som ambiente, o sistema de integração e controlo CUE Systems também opera a iluminação e os estores.

 

Auditório

Para o sistema audiovisual do auditório, foi projetada uma configuração de 3 ecrãs: um central com tela elétrica Euroscreen + videoprojector Vivitek, e dois monitores laterais LCD de 82”. A sonorização ficou a cargo de colunas e subwoofers RCF com amplificação externa e processamento Xilica. A voz dos oradores é levada por um sistema de microfones sem fios Beyerdynamic. Todo este aparato audiovisual é controlado por um sistema CUE Systems, com interface-botoneira de parede simplificado, ou através de interface touchscreen em dispositivo móvel, que também controla a iluminação do espaço.

 

Salas de Reunião 

A Garrett Audiovisuais equipou as 6 salas de reunião presentes em 3 diferentes pisos, com monitores LCD de 65”.

 

Mais info em: http://www.lorealprofessionnel.pt/

Grande Auditório do CCB

2017 – A Garrett Audiovisuais forneceu recentemente mais uma unidade da mesa de controlo de iluminação Jands Vista L5. Esta será a segunda Vista L5 a fazer parte do rider técnico do CCB.

 

Saiba mais em: http://jands.com/vista/

Auditório do Centro Cultural de Paredes de Coura

2017 – A Garrett Audiovisuais forneceu para o Auditório do Centro Cultural do Município de Paredes de Coura, um sistema de controlo de iluminação Jands, composto por Dimmers FPX e uma consola Vista S1. Este sistema irá permitir uma controlo mais intuitivo do sistema de iluminação do espaço, desde o cenário mais simples à configuração mais elaborada.

Saiba mais em: http://jands.com/vista/